Assine e não perca as atualizações... Inscreva-se
Pulseiras

Pulseira de elástico

pulseiras-de-elástico

Há mais ou menos três meses virou febre no Brasil a pulseira de elástico trançado ou também conhecida como rainbow loom. Resolvi testar um tutorial e vim mostrar para vocês.

O material foi comprado na rua 25 de março em São Paulo, paguei R$ 2,00 e utilizei 46 elásticos para o tamanho do meu pulso. Os elásticos são suficientes para fazer 3 ou 4 pulseiras.

O menor preço que encontrei a pulseira para ser comprada pronta foi R$ 3,00, ou seja, com um pouquinho de treino e paciência, dá para economizar bastante.
  pacote-elástico

Para trançar, utilizei duas canetas, mas também daria para fazer com os dedos.

Bom, vamos ao passo a passo:

  • Coloque entre as canetas um elástico  em forma de  oito,  em  seguida pegue outros dois elásticos e coloque por cima  do primeiro sem fazer nenhuma forma.
pulseira-1
pulseira-2
pulseira-3
  • Para fazer o primeiro nó pegamos uma ponta do primeiro elástico que colocamos na forma de oito, tiramos e levamos  para  o início.  Em seguida fazemos o mesmo, desta vez com a outra ponta.
pulseira-4 pulseira-5
  • Colocamos outro elástico sem fazer nenhuma forma e  fazemos o mesmo, pegamos o elástico  do lado esquerdo que está no meio e passamos ao inicio e o do lado direito pegamos o que está ao final, após isso vamos seguindo esse mesmo passo, porém alternando, pegando primeiro o do meio do lado direito e depois o que está no final do lado esquerdo.
pulseira-6 pulseira-7 pulseira-8
Aos poucos a pulseira vai tomando forma…
  • Para finalizar, pegue os dois elásticos que estão abaixo e leve-os para cima, depois é só colocar no feixe as pontas e ambos os lados e pronto.
  • Lembrando que pode-se utilizar elástico de várias cores e ir alternando na mesma ordem, fica bem legal.
pulseira-9 pulseira-10 pulseira-11 pulseira-12 pulseira-13

Que tal testar várias cores?

Escrito Por

Como boa mineira que sou, gosto de uma prosa, de doce de leite, queijo, pão de queijo e de falar várias palavras no diminutivo. Mas vivendo em São Paulo, também aderi ao "meu", à pressa da cidade grande, às idas infinitas aos shoppings e à pizza de sexta-feira à noite.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *