Assine e não perca as atualizações... Inscreva-se
Aperitivos

Petiscando: preparando as batatas Rústicas da McCain

Batata rústica McCain frita

A gente aqui do blog vem trazendo cada vez mais posts sobre produtos saudáveis, mas tem horas que a gente quer dar uma fugidinha dessa vida de ler os rótulos – de vez em quando pode, vai! E essa semana o Ébert, Tales e eu acordamos as 6h todos os dias pra ir pra academia, então temos créditos extras, rs.

E a McCain, uma marca super conhecida, e maior produtora de batatas pré-fritas do mundo, lançou há pouco no Brasil uma versão em saquinho do famoso formato ‘batata rústica’, então não podíamos deixar de testar.

Batata rústica McCain

Por falar nesse formato, em 2016, a maior rede de fast food do mundo – McDonald’s – trouxe para o seu cardápio a “Batata Rústica”, pra incrementar o seus combos. Ela havia saído do cardápio, mas voltou junto com o lançamento do Original Mex agora em 2017.

Pra quem tem curiosidade, a McCain é a fornecedora oficial de batatas do McDonald’s e de vários restaurantes pelo mundo. Então uma coisa é certa, as batatas deles têm grande prestígio.

Eu já consumia batata rústica bem antes de “gourmetizarem”. Na infância minha mãe fazia em casa e conhecíamos como batatas fritas com casquinha. Aliás, sempre foi o formato favorito meu e dos meus irmãos.

Confira também: 

Mas diferentemente da que a minha mãe fazia, que tinha todo um processo, a batata rústica McCain já vem pré pronta e não tem nenhum segredo pra finalizá-la. Aqueceu a gordura, colocou a batata, é só esperar ela dourar.

Uma leitora nos deu uma dica de preparo lá no Facebook também. Ele coloca a batata no forno bem quente, depois de borrifar óleo Pan, temperar com sal, pimenta e outros temperinhos. Disse que fica maravilhosa. Amei a dica!

Depois de pronta é a melhor hora, saborear!

Que difícil comer batata frita!

A batata é realmente muito boa, fica bem crocrante por fora, especialmente na parte da casca, e por dentro macia. A casca dá realmente o melhor toque, e batata rústica sem a casca, não é batata rústica. Só tem mesmo que colocar um temperinho depois ou comer com seu molho favorito.

Valeu a pena especialmente pela facilidade de preparo.

Ah, se você gosta dela crocrante, não prepare muito antes de comer, porque ela perde toda a crocância depois de um tempo.

Paguei R$12 por 720g de batata. Se formos comparar com a do McDonald’s que vem com pouco mais que 1/2 dúzia no pacotinho e custa por volta de R$5, o preço da McCain está bem ok.

Quer incrementar ainda mais a sua batata? No site da McCain tem um monte de receitas diferentonas pra você fazer com ela – Afinal, eu duvido alguém conseguir comer quase 1kg de batatas de uma vez só (ou não duvido).

Compramos também a versão Canoa da McCain! Na próxima sexta o Ébert volta aqui pra contar e fazer mais um post de fim de semana da gordice.

Gostou da novidade?

Escrito Por

Como boa mineira que sou, gosto de uma prosa, de doce de leite, queijo, pão de queijo e de falar várias palavras no diminutivo. Mas vivendo em São Paulo, também aderi ao "meu", à pressa da cidade grande, às idas infinitas aos shoppings e à pizza de sexta-feira à noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *