Marcenaria: um guia completo sobre o assunto

Da Madeira ao Acabamento!

A Marcenaria é uma ‘obra de arte’, que transforma a matéria-prima bruta em um trabalho final, personalizado e com acabamento. O profissional completo dessa área faz de tudo um pouco na oficina: mede, fura, corta, pinta, etc.

Habilidade manual e atenção no trabalho são alguns pré-requisitos para a atuação que, obviamente, também se pode aprender em cursos ou na prática, colocando a mão na massa.

Tanto pra quem quer se arriscar e criar seus próprios móveis, quanto para quem quer seguir a marcenaria como profissão (ou aprender mais), fizemos um guia completo sobre o assunto.

Neste artigo você vai conferir os seguintes tópicos:

  1. Espaço para Marcenaria
  2. Ferramentas para Marcenaria
  3. Madeiras para Marcenaria
  4. Segurança no trabalho
  5. Cursos de Marcenaria

Tudo sobre Marcenaria

Através do trabalho de marcenaria, é possível termos peças com maior valor estético, com desenhos e texturas diferenciadas. Seja pra criar seus projetos, ou realizar trabalhos, alguns itens e cuidados são imprescindíveis.

O Espaço para a Marcenaria

Oficina de Marcenaria

A marcenaria engloba 3, digamos, ramos principais: trabalho com madeira maciça, MDF (normalmente móveis planejados) e artesanato. A escolha de qual você vai se dedicar, influencia no tamanho do espaço que você vai precisar.

Pense na configuração do local antes de comprar máquinas ou mesas. Pode ser um quarto, garagem, galpão, o que for, apenas garanta que você vai usá-lo da melhor maneira, cuidando da disposição de tudo pra que ajude tanto no manuseio dos materiais, quanto na sua facilidade de locomoção.

Em resumo, você deve levar em conta: espaço para se locomover, máquinas, ferramentas, madeiras, estoque, e quais fatores mais julgar necessários.

Ferramentas para Marcenaria

Ferramentas para Marcenaria

Ao começar do zero, algumas ferramentas para marcenaria são imprescindíveis, outras podem ir entrando na sua lista com o tempo. Idealmente, procure ferramentas de qualidade, pois às vezes, você vai fazer um investimento menor pensando que está comprando o melhor, e não é bem assim.

Ao investir no seu hobbie ou negócio, tem algumas orientações que te ajudam na hora do investimento, principalmente a avaliação do seu fluxo de trabalho (tem demanda?) ou de criações que deseja fazer para você mesmo (mobiliar sua casa?).

E não importa se você quer ser um profissional da marcenaria, ou gosta apenas de fazer pequenos trabalhos, você precisa das ferramentas corretas, especialmente a fim de garantir bons resultados e ter menor esforço físico na confecção.

A dica principal é: comece com ferramentas manuais e alguns elétricos principais, se necessário! A partir daí, conforme você for evoluindo, pode ir avaliando e comprando novos materiais. Mas lembre-se: por real necessidade, não por simplesmente tê-los.

Para não errar, também é importante pensar na função que você pretende que a ferramenta desempenhe antes de escolher um modelo com maior ou menor potência.

Os primeiros dois tópicos abaixo (ferramentas manuais e ferramentas elétricas) contém ferramentas que servem tanto no uso Não Profissional, como em uma marcenaria profissional (uma iniciante). Já o terceiro tópico (máquinas para marcenaria), é completamente voltado à produção especializada, com máquinas maiores e de maior custo.

Ferramentas Manuais para Marcenaria

Ferramentas Manuais para Marcenaria

Na maioria dos casos, as ferramentas manuais servem para trabalhos pequenos e detalhes na marcenaria. Elas podem se sobressair até mesmo às ferramentas elétricas, se usadas de forma correta. Claro que, em alguns trabalhos, não substituem, mas fazem parte da composição do seu ambiente de trabalho/hobbie completo.

  • Martelo pequeno/médio
  • Marreta de borracha
  • Espátula
  • Estilete
  • Serrote
  • Lápis ou lapiseira (traçar marcações)
  • Grampos e Sargentos
  • Alicate universal
  • Serra Copo
  • Arco de serra
  • Formão
  • Raspadores e Raspilhas
  • Grosa
  • Lima
  • Graminho
  • Esquadro
  • Suta
  • Régua

Ferramentas Elétricas para Marcenaria

Ferramentas Elétricas para Marcenaria

As ferramentas elétricas geralmente são as predominantes no ambiente da marcenaria, e uma de suas principais vantagens é que proporcionam versatilidade a baixo custo.

  • Parafusadeira
  • Furadeira/Furadeira de impacto
  • Serra Tico Tico
  • Serra Circular
  • Lixadeira Orbital
  • Lixadeira Roto Orbital
  • Lixadeira angular
  • Lixadeira de cinta
  • Plainas
  • Tupia laminadora
  • Tupia de coluna
  • Pinador e Grampeador Pneumáticos
  • Micro Retífica
  • Esmerilhadeira
  • Brocas e Ponteiras: alguns exemplos são broca de videa, broca aço rápido, ponteiras Ph1, Ph2 e Ph3, broca escariadora e broca 35mm (com ou sem limitador)

Abaixo, deixo um vídeo com alguns detalhes interessantes e usos de brocas:

Máquinas para Marcenaria

Máquinas para Marcenaria

Em uma marcenaria profissional, elas ajudam demais a poupar esforço físico e garantir maior precisão. São ferramentas mais caras e maiores, portanto é realmente voltado à atuação profissional.

  • Serra Circular de bancada
  • Serra Fita de bancada
  • Serra meio esquadria
  • Lixadeiras disco
  • Lixadeiras cinta
  • Lixadeiras cilindros
  • Desengrosso (madeira maciça)
  • Plaina
  • Tupia
  • Furadeiras horizontais
  • Furadeiras verticais
  • Seccionadoras
  • Coladeiras

Extra

Coletor de pó: não é uma ferramenta em si, mas ajuda a agilizar o processo, uma vez que remove todo o pó e serragem das máquinas na marcenaria. Quando falamos de um volume grande de trabalho, é extremamente recomendável ter um.

Madeiras para Marcenaria

Madeiras para Marcenaria

Madeira é a matéria-prima fundamental no trabalho de marcenaria. Além de móveis, elas podem ser usadas em pisos, rodapés, telhado, forros, escadas e por aí vai.

As madeiras apresentam variações na durabilidade e na resistência, justamente por isso é importante entendê-las.

Tipos de Madeira para Marcenaria

Madeira Maciça: a madeira maciça é a madeira mais pura, sem adição de fibras. É mais resistente, pesada e duradoura. Seus veios e cores são únicos e aparentes. Na marcenaria, geralmente é utilizada a fim de construir móveis em estilo rústico;

Madeira Processada: Compensado e MDF | O Compensado é uma chapa de madeira sobreposta e colada sob forte pressão. Já o MDF, é uma madeira reconstituída, produzido por meio da aglutinação de fibras de madeira com resinas sintéticas e aditivos. O MDF possui um baixo índice de ‘empenabilidade’, porém é bastante pesado. Uma forma de bom uso dele, é mesclar com outras madeiras (o compensado, por exemplo).

Alguns exemplos de madeiras de acordo com as diferentes densidades:

Média densidade: cedro, frejó, cerejeira, embuia, etc..
Maior densidade: pau marfim, sucupira, peroba, embuia, mogno, etc..

Alguns exemplos mais utilizados em móveis, de acordo com a coloração (que podem variar):

vermelhas: mogno, cedro, peroba, lyptus
amarelas: curupixá, marfim
marrons: imbuia, freijó, jequitibá, catuaba, sucupira

Madeiras já cortadas para Marcenaria

Atualmente, além da possibilidade de ir em uma marcenaria, para que o profissional corte a madeira que você necessita, existem lojas com departamentos especializados que os realizam e fazem ajustes de acordo com seus projetos.

Também é possível comprar pela internet, caso você já saiba exatamente o que precisa.

Segurança no trabalho

Segurança no Trabalho

E não menos importante, em qualquer trabalho que você irá executar, os equipamentos de segurança são imprescindíveis na marcenaria, ainda mais pela utilização de máquinas e objetos cortantes.

Itens de segurança para Marcenaria

Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s): calçados de segurança, óculos de proteção, luvas, capacetes, protetores auriculares e máscaras.

Evite vestimentas largas e bonés no manuseio de alguns equipamentos, especialmente os elétricos.

Cursos de Marcenaria

Cursos de Marcenaria

Existem cursos de diversos tipos: marcenaria profissional, caseira, de longa duração, curta, presencial, online, pago, gratuito, entre outros formatos. É, sem dúvida, uma excelente forma de você entender mais sobre a profissão, ou encarar com um passatempo, até mesmo a fim de decidir se quer investir em alguns dos materiais que citei acima.

Alguns exemplos de onde encontrar cursos de marcenaria:

Senai: curso que prepara profissionais para confeccionar e reparar móveis e objetos em madeira, interpreta projetos em todo o seu processo fabril, através de plantas e especificações técnicas, operando equipamentos manuais e elétricos e observando as normas técnicas de segurança.

eduK: curso de marcenaria caseira, peças com possibilidade de fazer e vender, ampliar seus conhecimentos na produção desde cavaletes, banqueta e luminárias, até uma cabeceira de cama e uma estante de livros.

Youtube: em uma busca rápida no Youtube, a plataforma de vídeos do Google, também é possível encontrar diversos criadores de conteúdo que se dedicam a dar dicas sobre o assunto. Vão desde entusiastas a profissionais da área.

Mão na massa: construindo um Rack

E depois do Guia completo sobre o assunto, se você quiser se arriscar no seu primeiro projeto, até mesmo para entender melhor na prática a usabilidade das ferramentas e madeiras, selecionei um passo a passo de um Rack, que utiliza materiais básicos em um projeto caseiro:

Este post será atualizado constantemente, conforme forem surgindo mais materiais e/ou informações relevantes.

Caso queira contribuir, pode nos enviar por e-mail ou deixar seu comentário abaixo.

Também pode nos enviar algum móvel feito por você e os detalhes de confecção, assim o agregamos à postagem.

Mãos à obra! O que mais você gostou de saber?