Assine e não perca as atualizações... Inscreva-se
Fones de ouvido

Fone Beats Executive: vale a pena investir em um fone de alta performance?

Beats By Dre Executive

Você já pensou na possibilidade de fazer um investimento maior em um fone de ouvido?

Eu confesso que nunca tinha pensado muito nisso, até começar a mergulhar mais nesse universo e entender pelo menos um pouquinho sobre as diferenças entre fones “convencionais” (tipo o SHL3000WT da Philips que já falamos aqui) e fones de alta performance.

Ainda sou bastante leiga no assunto e, justamente por isso, decidi fazer este post pra mostrar que mesmo leigos podem optar por um investimento que realmente pode-se chamar de investimento 😉

Há uns 3 meses um amigo me apresentou a marca Beats, até então eu nunca havia nem mesmo visto um fone da marca, acho que porque não sou de reparar nisso mesmo, apesar de curtir ouvir música o dia todo, principalmente no trabalho.

A princípio, pra mim não faria nenhuma diferença para um fone “normal”.

Pois bem, o fone que ele me apresentou foi o Executive, modelo lançado em 2012 pela Beats by Dre. Os diferenciais deste fone são principalmente o acabamento, aúdio e isolamento acústico.

O acabamento

Possui um ótimo acolchoamento, tanto pra a cabeça quanto para os ouvidos. Acabamento premium mesmo, com corpo metal e couro. Também possui compartimento para pilhas.

Beasts By Dre Executive acabamento

Beasts By Dre Executive acolchoamento

Beasts By Dre Executive compartimento pilhas

Um ponto negativo nessa beleza toda, é que são 620 gramas de fone, algo que incomoda bastante durante o uso prolongado, eu por exemplo não conseguiria ficar com ele nem mesmo por uma hora ininterrupta ouvindo músicas (isso nem faz bem para a cabeça e pescoço, rs).

O áudio e isolamento acústico

O sistema de cancelamento de ruídos faz com que você consiga emergir nas suas playlists – depois que você coloca algo para reproduzir se distancia do mundo “real”, cria o seu próprio mundo. Mas justamente por todo esse isolamento e pelo volume que ele alcança, não vale sair pela rua com o volume do fone no máximo, pode ser perigoso.

Como eu disse, não sou nenhuma especialista em fones, mas confesso que me surpreendi bastante com a qualidade sonora do Beats Executive. Um áudio super limpo, algumas músicas chegam a impressionar quando executadas nele, e com controlador de volume no próprio “cabo”, super útil.

Existem algumas reclamações quanto ao áudio quando utilizado em produtos que não sejam da Apple, pelo que pesquisei.

Especificações do fabricante:

  • Cabo de áudio de 3,5 milímetros (1,3m);
  • Adaptador Airline;
  • Controle de volume e microfone;
  • Acompanha estojo e pano de limpeza;
  • Cor predominante – prata;
  • Peso aproximado da embalagem c/ produto – 1,4kg.
  • 2 pilhas AAA (Não recarregáveis) – autonomia de 15 horas. (É recomendável o uso de pilhas recarregáveis)

Beasts By Dre Executive componentes da caixa

Beats By Dre executive componentes caixa 2

Beats By Dre executive fones dobrados

Preço médio hoje em dia: R$899,00. Atualmente não é tão fácil encontrar este modelo mais, mas a Beats possui muitos modelos igualmente superiores no mercado.

Bom, o que quero mostrar com tudo isso? É realmente muito interessante ver quando uma marca entrega um produto tão bem pensado e com tanta qualidade, mesmo nos pequenos detalhes.

Uma dica que vale para tudo, se você curte muito algo, pense bem se não vale fazer um investimento maior, pensando que você terá um produto com uma super qualidade e design maravilhoso.

Este aí que eu testei não é meu, mas depois de testar acabei comprando um Beats também, só que um que atendia melhor as minhas necessidades e não pecou em nenhum quesito sobre o que eu procurava, vou contar sobre ele num outro post aqui no blog 😉

E pra finalizar, o Ébert separou algumas dicas para quando se pensa em comprar um fone “superior”:

  1. tipo e a quantidade de diafragmas | O diafragma de um fone de ouvido é, basicamente, o alto-falante. Existem muitos tipos, cada um com suas características específicas, mas o objetivo de todos eles, no fim, é ter a capacidade de reproduzir perfeitamente qualquer tipo de som.
  2. a impedância | Não é necessário ligar os fones na tomada para fazê-los funcionar, mas eles trabalham através de eletricidade. E aí que a impedância entra, atuando exatamente como resistores. Essa medida não só é responsável por proteger os sistemas internos do dispositivo, como também por impedir que o som da frequência vibratória da energia elétrica interfira com o som da música que está sendo ouvida. Como uma regra geral, quanto maior a impedância, melhor a qualidade do som.
  3. a sensibilidade | o volume que o fone pode alcançar (sons acima de 80 decibéis causam danos à audição).
  4. em que momentos vai utilizar | Se for para utilizar o dia todo, por exemplo, o peso é um critério muito importante na hora de comprar.
  5. e obviamente, o preço, que talvez não seja compatível com o que deseja desembolsar.

Conhece alguma marca ou modelo que atenderam bem as suas necessidades? Me conta aí!

 

fonte: techtudo
fotos: Paulo César

Escrito Por

Como boa mineira que sou, gosto de uma prosa, de doce de leite, queijo, pão de queijo e de falar várias palavras no diminutivo. Mas vivendo em São Paulo, também aderi ao "meu", à pressa da cidade grande, às idas infinitas aos shoppings e à pizza de sexta-feira à noite.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *