Experimentei o picolé Max Bubbaloo da Kibon

Novo picolé Max Bubbaloo

Tem certos produtos que quando a gente vê a notícia pela primeira vez, nem acreditamos, só sabemos que é de fato real quando encontramos pra comprar.

E recentemente uma das parcerias mais inusitadas – na minha opinião – foi estabelecida, com o lançamento do novo Max Bubbaloo, entre a Kibon e a Bubbaloo.

Uma marca que entende muito de sorvetes e picolés e outra que entende muito de chiclete recheado.

A novidade, que nem é tão novidade mais, foi lançada há um tempinho, mas não houve muita divulgação por parte das marcas, ele tem sido descoberto no meio dos congeladores das padarias e mercados mesmo.

Desde o dia que a gente noticiou aqui no TPM estamos à procura e, de certa forma, foi até fácil encontrar, graças à detetive de prateleiras e congeladores Fabíula de Almeida, rs.

Infelizmente a experiência de teste começou meio triste, pois quando tirei ele da embalagem fiquei um pouco desapontado de tão pequeno que é.

Confira também: Experimentei gelato italiano CuordiCrema – é realmente bom?

De sabor, o picolé tem realmente um gostinho de chiclete – Bubbaloo -, o recheio também é bem gostoso, embora seja extremamente doce. Um ponto ruim é que mesmo em um dia frio ele derreteu em questão de segundos (sem exageros), quase que conseguimos tirar as fotos.

Mas foi fácil registrar a mensagem do palito, que é comum nos sorvetes da Kibon:

“Mais convites para sair. Menos convites para reuniões.”

Palito picolé Max Bubbaloo
Pagamos R$3,00 pelo picolé de 54g, o que eu julgo que vale a pena considerando o valor médio de picolés.

Não compraria de novo, mas valeu pela nostalgia. Provavelmente as crianças amem muito.

Vai um picolé nesse friozinho?

Banner Facebook
  • Rosemar Aleixo Fedel

    Foi a maior decepção com o novo Magnum red Velvet. A maior propaganda enganosa seja pelo markenting do produto como pelo sabor. Que pena a Kibon se imagens e informações não verdadeiras para divulgar um novo produto. Não recomendo.