Brinquedos que vão fazer você querer voltar no tempo

Preparamos uma lista com alguns brinquedos que marcaram a infância de diferentes épocas. Sem uma ordem de gerações ou sucesso de vendas, o objetivo é voltar no tempo e relembrar ou conhecer cada um deles.

CONFIRA NOSSA LISTA COM 10 BRINQUEDOS

1 – Tamagotchi

Tamagotchi anos 90
(YouTube/Reprodução)

Tamagotchi era uma espécie de “Pet” virtual que exigia cuidados constantes para não “morrer”: alimentação, banho, dormir e cuidados médicos. Ele era semelhante ao jogo Pou, que é bem mais recente (Pou foi inspirado no Tamagotchi). Estima-se que vendeu mais de 40 milhões de unidades em apenas 3 anos na primeira versão, foi um sucesso na década de 90 e no início dos anos 2000.

2 – Pega-vareta

Pega Vareta
(Brinkmobil/Reprodução)

Consistia em várias varetas coloridas (de aproximadamente 20cm) e uma vareta preta, podendo ser jogado por 2 a 6 pessoas. No início do jogo, o feixe de varetas era jogado ao acaso na mesa, para que os jogadores tentassem pegar as varetas de sua respectiva cor.

De modo geral as varetas pontuavam:

Amarelo: 05 pontos;
Verde: 10 pontos;
Azul: 35 pontos;
Vermelho: 50 pontos
Preta: 100 pontos.

No Brasil, o jogo é fabricado pela Estrela desde agosto de 1961 até os dias atuais.

3 – Mini-game (Brick Game)

Mini Game - Brick Game
(Bojoga/Reprodução)

Antes dos vídeogames atuais as pessoas jogavam muito os famosos “mini-games”, que eram pequenos consoles portáteis que traziam vários jogos em um só aparelhinho, jogos simples e pequenos, na maioria das vezes em preto e branco.

O Brick Game custava cerca de R$10.

4 – Lousa-mágica

Lousa-mágica
(R7/Reprodução)

Um brinquedo educativo composto por uma tela plana numa moldura plástica, onde se usava uma espécie de “caneta” para escrever ou desenhar e depois apagar tudo… era o Tablet da época, rs

5 – Genius

Genius Estrela
(Estrela/Reprodução)

Um brinquedo interativo que buscava estimular a memorização de cores e sons. Com um formato semelhante a um OVNI, possuía botões coloridos que emitiam sons e se iluminavam em sequência. Os jogadores deveriam repetir o processo sem errar a ordem, que cada vez ia ficando maior e mais difícil.

O Genius lançado em 1980 pela Estrela foi o primeiro jogo eletrônico vendido no Brasil, versão do Simon, do fabricante americano Hasbro. Foi relançado este ano para comemorar os 80 anos da Estrela e está disponível para compra por R$189,99.

Confira também: TOP 7 refrigerantes que marcaram décadas passadas

6 – Vai e Vem

Vai e Vem anos 80
(Pinterest/Reprodução)

Os mais novos não vão se lembrar, pois o auge do vai-vem foi na década de 80 e 90. Um brinquedo simples, divertido e ótimo pra coordenação motora. Necessitava de 2 pessoas para brincar e ficar puxando a corda de um lado para o outro em uma espécie de “guerra” de quem puxava mais rápido e forte.

O brinquedo sempre existiu para compra (existe até hoje), mas a maioria das pessoas fabricavam seu próprio vai e vem com garrafas pet, barbante (ou corda de varal) e fitas adesivas.

7 – Ioiô

Iôiô Coca-Cola
(Valternei/Reprodução)

Ioiô é um dos mais antigos brinquedos existentes (o mais antigo ioiô encontrado data do ano 500 a.C.). É constituído de dois discos, geralmente de plástico, mas podendo também ser de madeira ou metal, unidos no centro por um eixo no qual prende-se uma corda.

No Brasil, o ioiô se popularizou especialmente com o surgimento de diversas promoções criadas por empresas de refrigerantes como a Coca Cola, por exemplo (os Iôiô da Coca-Cola foram um sucesso).

8 – Beyblade

Beyblade anos 2000
(Quarto 201/Reprodução)

Baseada no beigoma, uma espécie de pião tradicional japonês, porém em uma versão mais tecnológica onde o objetivo era jogar o oponente fora da “cuia” ou fazer a beyblade dele parar de girar.

A beyblade é um pouco mais recente que os demais da lista, pois teve sua produção iniciada pela empresa japonesa Takara Tomy em 1997 e, posteriormente, pela Hasbro em 2002 que produziu beyblades baseadas na série de TV.

O brinquedo foi febre na década passada.

9 – Bate-Bate (ou Quebra-Dedo)

Bate-bate anos 80 e 90
(Infância Anos 80 e 90/Reprodução)

Feito de um cordão de náilon e duas bolinhas de plástico-duro enlaçadas em um anel, seu objetivo era fazer as bolinhas girarem 180 graus (cada uma para seu lado) e se chocarem uma na outra (fazendo bastante barulho) e tentar fazer com que essa acrobacia se repetisse continua e rapidamente, o maior número de vezes possível.

Seu auge foi na década de 80 e 90! Agora tem um brinquedo semelhante fazendo bastante sucesso, o Thumb Chucks.

10 – Pula Pirata

Pula Pirata anos 80
(Pinterest/Reprodução)

Um jogo composto de uma espécie de barril – com furos nas laterais e com um orifício na parte superior onde se coloca uma miniatura de pirata – e de espadas de plástico.

O objetivo do jogo é não deixar o pirata pular para fora do barril. Caso o jogador, ao colocar a espada no furo, ocasionasse o salto do pirata para fora do barril, o mesmo é eliminado do jogo e a rodada reiniciada. O jogo dura até que reste um único jogador que não deixou o pirata pular para fora do barril.

Fabricado pela Estrela, foi lançado em junho de 1978 e, é um dos poucos dessa época, que ainda se encontra em produção. Quando lançado, foi um dos mais vendidos da Estrela no Dia das Crianças e no Natal nas décadas passadas.

E a lista não para por aqui!

Esses são apenas alguns dos vários brinquedos que marcaram a nossa infância e a de muitos, valendo ainda destacar os: Geloucos, Banco Imobiliário, Jogo da Vida, Lego (que faz muito sucesso até hoje), Playmobil, Pirocóptero, Molas Coloridas, Pense Bem, Boneca Susi, Moranguinho, Boneco Falcom, Pogobol, Meu Primeiro Gradiente e tantos outros que nem conseguimos citar em um só post.

Com qual você completaria ainda mais a lista? E qual você tem saudade? Conta aí!

Imagem de capa (Guia Folha/Reprodução)